Dizendo Vontade

Thelema template.gif

Thelema
Termos & Conceitos
Livro da Lei
Números em Thelema
Aleister Crowley


Nuit | Hadit | Horus
Babalon | Chaos
Aiwass | Ankh-af-na-khonsu


93
Abrahadabra
Aeons
Agape
Ânsia de Resultado
AUMGN
Dizendo Vontade
Chefes Secretos
Choronzon
Cidade das Pirâmides
Corpo de Luz
Estela da Revelação
Grande Obra
Magick
Noite de Pan
Sagrado Anjo Guardião
Sagrados Livros de Thelema
Verdadeira Vontade

Dizer a "Vontade" é um curto "ritual" praticado por alguns thelemitas antes das refeições, servindo com o propósito similar ao da Ordção de Graça dita por muitos Cristãos. Sua primeira aparição se deu na novela Moonchild de Aleister Crowley.

O ritual de Recitar Will (vontade) tem o objetivo de manter o foco daqueles que a praticam na Grande Obra lebrando-os que mesmo que um ato mundano de comer uma refeição é uma parte essencial daquela Obra. Na sua funçaõ de lembrar, ela é similar às quatro adorações diárias do Liber Resh.

Numa nota de rodapé, no Livro 4, Crowley expande o significado dessa prática:

Pode-se também acrescentar a pergunta "O que é a Grande Obra?" e responda apropriadamente, quando parecer proveitoso especificar a natureza da Operação em progresso naquele momento. O ponto é aproveitar toda ocasião para trazer toda força disponível para suportar o objetivo do assalto. Não importa qual força seja (a qualquer padrão de julgamento) até quanto ela desempenhe sua parte em assegurar o sucesso do propósito geral. - Livro 4 (cap. XIII, nota de rodapé)

Existem diversas variações deste ritual. Na mais simples e comum, o líder começa, os participantes fazem as questões, e o líder provê as respostas e fechamentos. Esta forma pode ser diversificada para o uso quando os participantes não são familiarizados com o ritual. O tipo de batida usada e as palavras podem variar de acordo com o costume local ou propósitos particulares.

Forma comum

Líder: (bate 3-5-3) Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei.
Todos: Qual é tua vontade?
Líder: Minha vontade é comer e beber.
Todos: A que fim?
Líder: Para que eu possa assim fortalecer meu corpo.
Todos: A que fim?
Líder: Para que eu possa realizar a Grande Obra.
Todos: Amor é a lei, amor sob vontade.
Líder: (bate uma vez) Comamos!

Um Método Alternativo

Quando todos os presentes estão familiarizados com o ritual, é possível que o líder faça as questões e que os participantes dêem suas respostas:

Líder: (bate 3-5-3)
Todos: Faze o que tu queres há de ser tudo da Lei.
Líder: Qual é a tua Vontade?
Todos: Minha vontade é comer e beber.
Líder: Com que finalidade?
Todos: Que dessa maneira eu possa fortificar o meu corpo.
Líder: Com que finalidade?
Todos: Que eu possa cumprir com a Grande Obra.
Todos: Amor é a lei, amor sob vontade.
Líder: (bate uma vez) Comamos!

Referências


   Esta página foi acessada 12 195 vezes.
O Ocultura utiliza o MediaWiki Valid XHTML 1.0 Transitional Valid CSS!