Sebek


Egyptiangods.jpg
A Enéade


Shu
Tefnut
Nut
Geb

Néftis
Osíris
Ísis
Set

A Ogdóade

Nu/Naunet
Amoun/Amaunet

Kuk/Kauket
Huh/Hauhet

Outros Deuses Egípcios

Anúbis
Anuket
Apófis
Apep
Ápis
Aten
Bast
Bés
Hadit
Hapi
Hathor
Hórus
Harpócrates
Khepri

Khonsu
Khnum
Maat
Mentu
Neith
Nuit
Ptah
Sebek
Sekhmet
Seshet
Tahuti
Tawaret
Tum

Sebek portando o Ankh

Sebek ou Sobek é um deus solar egípcio, a deificação dos crocodilos.

Origens e atribuições

Originalmente Sebek era considerado um demônio, já que os crocodilos eram temidos em uma nação tão dependente do Nilo, seu culto começou como uma tentativa de pacificá-los, para que não mais atacassem barcos, gado e mesmo pessoas.

Gradualmente Sebek começou a simbolizar a produtividade do Nilo, a fertilidade que vinha do rio à terra, o que foi tornando-o um deus cada vez mais ambíguo. Algumas vezes Sebek podia ser visto como patrono do exército do faraó, devido à sua força e ferocidade.

Seu culto floreceu na época da décima-segunda dinastia. Originalmente "nativo" de Al Fayum, onde ainda há alguns templos ainda em pé, seu culto logo foi se espalhando para outros centros, como Tebas e Kom Ombo. Esta área (Al Fayum) era tão associada a Sebek que Arsinoe, uma de suas cidades (conhecida pelos Gregos como "Crocodilópolis") mantinha crocodilos domesticados, ornamentados com jóias e alimentados à mão. Os gregos chamavam estas criaturas de "Petsuchos" ou "aquele pertencente a Suchos" (Sobek para os gregos). Os Petsuchos eram vistos como encarnações de Sebek.

A natureza ambígua de Sebek levaram alguns a especular que ele era um reparado do mal que havia sido feito, diferente de uma estritamente boa, indo até o Duat restaurar o mal feito aos mortos. Também era conhecido como um dos deuses chamados por proteger as pessoas, efetivamente mantendo os perigos distantes delas. Desta forma ele era visto como um deus mais primitivo, eventualmente tido como avatar de outro deus primitivo: Amon. Logo após Amon ser considerado o deus líder e mais tarde se fundir com Rá (criando a entidade Amon-Rá), Sebek, como um avatar de Amon-Rá, ficou conhecido como Sebek-Rá.

Sebek como crocodilo

Mais sobre Sebek

Sebek era descrito como um crocodilo comum ou um homem com cabeça de crocodilo segurando um Ankh, pela sua capacidade de desfaer o mal e curar doenças.

Quando considerado patrono do exército do faraó, ele era mostrado com o símbolo da autoridade real: O Uraeus.

Quando se tornou Sebek-Rá, ele era mostrado com o símbolo solar: Um disco solar sobre sua cabeça.

Nos mitos Ogdoades que apareceram em um período mais tardio no Egito, Sebek foi creditado por capturar os quatro filhos de Hórus em uma rede, quando eles emergiram do Nilo em uma flor de Lótus.

--Darth Akiri 00:41, 9 Junho 2007 (BRT)


   Esta página foi acessada 22 012 vezes.
O Ocultura utiliza o MediaWiki Valid XHTML 1.0 Transitional Valid CSS!