Kuk


Egyptiangods.jpg
A Enéade


Shu
Tefnut
Nut
Geb

Néftis
Osíris
Ísis
Set

A Ogdóade

Nu/Naunet
Amoun/Amaunet

Kuk/Kauket
Huh/Hauhet

Outros Deuses Egípcios

Anúbis
Anuket
Apófis
Apep
Ápis
Aten
Bast
Bés
Hadit
Hapi
Hathor
Hórus
Harpócrates
Khepri

Khonsu
Khnum
Maat
Mentu
Neith
Nuit
Ptah
Sebek
Sekhmet
Seshet
Tahuti
Tawaret
Tum

Kuk ou Keku é a deificação do conceito primordial de trevas na mitologia egípcia. Na cosmogonia da Ogdóade, seu nome significa trevas. Como um conceito, Kuk foi visto como andrógino, sua forma feminina sendo conhecida como Kauket (ou Keket), que é simplesmente a forma feminina da plavra Kuk. Como todos os quatro conceitos dualístics da Ogdóade, a forma masculina de Kuk é descrita como uma rã ou homem com cabeça de rã, e a forma femina como uma serpente ou mulher com cabeça de serpente. Como um símbolo das trevas, Kuk também representa obscuridão e o desconhecido, e assim caos. Também, Kuk foi visto como aquilo que ocorreu antes da luz, desta forma visto como o que traz a luz.

Ver também


   Esta página foi acessada 5 492 vezes.
O Ocultura utiliza o MediaWiki Valid XHTML 1.0 Transitional Valid CSS!