Marcelo Motta

Marcelo Ramos Motta

Marcelo Ramos Motta (27/Jul/1931–26/Ago/1987) foi o primeiro escritor Thelêmico Brasileiro, membro da Astrum Argentum, e fundador da Sociedade Ordo Templi Orientis (S.O.T.O.).

Tabela de conteúdo

Seu começo

Filho de Samuel Catarino Motta e Elzira Ramos Catarino Motta, Marcelo nasceu no Rio de Janeiro, no dia 27 de junho de 1931, e muito pouco é conhecido sobre sua infância, apenas que era de descendêcia germânica e que recebeu uma educação muito severa, educação esta que só veio a aumentar com a sua admissão à Academia Militar do Rio de Janeiro.

Seu pai era seguidor da doutrina de Allan Kardec e sua mãe era católica.

De acordo com Motta, com a idade de 11 anos ele diz ter lido os livros de Eliphas Levi, Papus, Blavatsky, Edward Bulwer-Lytton, Patânjali, Paracelsus e Arnold Krumm-Heller. Através da obra de Krumm-Heller, ele tornou-se muito interessado nos mistérios rosacrucianos. Mas o seu primeiro contato com uma "verdadera" organização rosacruciana, o ramo brasileiro da AMORC, não o deixou satisfeito, então começo sua busca por uma escola iniciática do tipo daquela encontrada no romance "Rose-Croix" de Krumm-Heller.

Motta tinha uma profunda aversão ao Catolicismo (a religião predominante no Brasil), que ele via como a perda da vontade de viver. Pelo resto de sua vida, esteve ocupado com uma visão do Anti-Cristo como ele o percebia: existente em Roma.

Durante sua estadia na academia militar, ele ficou interessado em Astrologia e Tarot, dentre outras coisas do gênero. Aos 17 anos, tomou contato com a Fraternitas Rosacruciana Antiqua, Ordem rosacruciana de Krumm-Heller onde Motta teve sua primeira iniciação, na mesma idade, em 1948. Tensões políticas locais o impeliram a mudar-se para a Europa, e de lá para os Estados Unidos. Sua missão nesta viagem, dada por um líder brasileiro da FRA, era encontrar-se com Parsival Krumm-Heller (filho de Arnond Krumm-Heller e líder oficial da FRA) e mediar o contato entre o grupo brasileiro e a liderança internacional.

O primeiro contato de Motta com Thelema foi através do livro de J. Symond chamado The Great Beast. Depois, nos Estados Unidos, P. Krumm-Heller apresentou Motta para Karl Germer, cabeça-externa da Ordo Templi Orientis na época. Germer deu a Motta a chance de escolher entre O.T.O. e A.'.A.'.. E a segunda destas foi escolhida.

Retornando para o Brasil em 1962, Motta traduziu e publicou o Liber Aleph, além de do Chamando os Filhos do Sol, a primeira publicação thelêmica publicada no Brasil. Entre este ano e 1987, Motta teve numerosos Estudantes na A.´.A.´. sob sua tutela, e tentou estabelecer uma Loja da O.T.O. no Brasil, apesar de nunca ter sido membro da Ordo Templi Orientis.

Marcelo Motta foi o Instrutor de dois Probacionistas muito famosos no Brasil: Paulo Coelho e Raul Seixas. Outro conhecido pupilo de Motta foi Euclydes Lacerda de Almeida, que fundou dois importantes grupos thelêmicos no Brasil, a Ordem dos Cavaleiros de Thelema e a Sociedade Novo Aeon.

Em 1978 Motta tentou tomar o controle da O.T.O. de Grady McMurtry. De acordo com muitas fontes, Germer ordeou que sua esposa, Sasha, que deixasse o controle da Ordem para Motta. Sasha escreveu uma carta para Motta para tal efeito, porém ele nunca a recebeu. Todavia, Motta tentou assumir a liderança da O.T.O., e em processo judicial nos Estados Unidos, clamou a liderança da Ordem e os direitos autorais da mesma, tendo seu pedido sido recusado. Ele fundou então a S. O.T.O., um grupo completamente distinto da Ordo Templi Orientis original.

Motta nunca teve estabilidade econômica, saltando de emprego em emprego, e ganhando a vida como professor de Inglês, além de receber ajuda de seus membros da S.O.T.O.. Faleceu no dia 26 de Agosto de 1987, na cidade de Teresópolis, aos 53 anos de idade, de causa desconhecida.

No Brasil, depois de sua morte, a divulgação de Thelema foi fortemente mantida por Frater Thor (Euclydes Lacerda de Almeida) e, mais tarde, por Frater QVIF (Marcos Pagani) quem mantiveram sua memória através da A.'.A.'. com seus respectivos descendentes.

Obras publicadas

Em Português:

Em inglês:

Da série The Oriflamme, baseada na original da O.T.O.:

Linha do Tempo

1931

1944

1948

1952

1953

1954

1956

1957

1960

1961

1962

1963

1964

1965

1967

1970

1972

1973

1974

1975

1976

1977

1979

1980

1981

1982

1983

1984

1985

1986

1987

Alguns ensaios de Marcelo Motta

Ligações Externas

Referências


   Esta página foi acessada 61 969 vezes.
O Ocultura utiliza o MediaWiki Valid XHTML 1.0 Transitional Valid CSS!